O HORÁRIO DE VERÃO COMEÇOU: CONFIRA COMO ECONOMIZAR MAIS ENERGIA

O tradicional horário de verão começou dia 04/11, e foi preciso adiantar o relógio em uma hora. Em vigor desde 1931, a mudança foi uma estratégia do governo para gerar economia de energia, já que, nessa estação, as pessoas chegavam em casa e ligavam os chuveiros, ocasionando um pico e grande desperdício. Entretanto, de acordo com o presidente da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (ABESCO), Alexandre Moana, a alteração não se justifica mais, porque, hoje, o maior vilão é o ar-condicionado:

— O ar-condicionado não é que nem o chuveiro, que você liga durante cerca de dez minutos. Se alguém liga este aparelho, geralmente, são para períodos maiores, como para dormir, por exemplo. Então, a temperatura é o que mais influencia os hábitos do consumidor e não a incidência da luz.

Segundo dados da Abesco, em todo o período que esteve em vigor entre o fim de 2017 e o início de 2018, que somaram 126 dias, o horário de verão gerou apenas uma economia equivalente ao abastecimento de uma cidade como Campinas (SP), por apenas oito dias. Ou seja, foram somente 74,2 MWh em todas as 234 cidades atendidas pela CPFL Paulista.

A eficiência energética do ar-condicionado ainda depende de um isolamento adequado do ambiente em que ele está instalado. Por exemplo, se houver uma fresta aberta no ambiente, pode haver desperdício de cerca de 20% de energia. Já a instalação de um aparelho com tamanho diferente do ideal, como um modelo pequeno para uma sala de estar grande e vice-versa, pode gerar mais de 30% de perda.

Confira como economizar mais energia no verão:

Aparelhos de ar-condicionado

– Escolha um aparelho com eficiência energética Procel classe A e verifique se tem uma potência de acordo com o tamanho do ambiente que será refrigerado
– Feche todas as portas e janelas do ambiente antes de iniciar o uso
– Desligue o ar-condicionado quando este atingir a temperatura escolhida
– Proteja a parte externa da incidência do sol

– Mantenha o filtro do aparelho sempre limpo para que não haja esforço extra

Lâmpadas

– Evite acendê-las durante o dia
– Substitua as lâmpadas incandescentes de casa ou do escritório por lâmpadas fluorescentes e modelos LED, que geram um consumo bem menor de eletricidade
– Apague as luzes ao sair de cada cômodo

Geladeiras

– Atente-se aos selos de eficiência dos freezers e refrigeradores antes de comprar um aparelho novo
– Evite colocar a geladeira próxima à parede ou ao fogão e guardar alimentos quentes, pois o motor do equipamento precisará trabalhar por mais horas
– Regule o termostato (sistema que regula a temperatura da geladeira) sempre que possível para evitar que se forme muito gelo

Aparelhos em stand-by

– Desligue o modo standy-by de equipamentos eletrônicos, como TV, micro-ondas ou carregadores de celulares, que ficam com uma luzinha acesa mesmo quando desligados. Essa medida pode gerar uma economia de cerca de 15% nas contas de energia elétrica, segundo uma pesquisa realizada pelo Idec em 2008
– Evite usar extensões e benjamins, que desperdiçam energia

Chuveiro elétrico

– Use os chuveiros e boilers elétricos na opção verão, para economizar até 30% de energia
– Limite seu tempo de banho e feche a torneira quando estiver ensaboando

 

Fonte: site “Extra” (https://goo.gl/bhXw9B)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s